As Perseidas (Perseids) ou Perséiades são uma chuva de meteoros relacionados ao cometa Swift-Tuttle.

São chamadas de Perseids devido ao ponto do céu de onde parecem vir, o radiante, localizado na constelação de Perseus.

As chuvas de meteoros ocorrem quando a Terra atravessa um rasto de meteoros. Neste caso o rasto é denominado de nuvem Perseida e estende-se ao longo órbita do cometa Swift-Tuttle.

A nuvem consiste em partículas ejectadas pelo cometa durante a sua passagem perto do Sol. A maior parte do material presente na nuvem actualmente, tem aproximadamente 1.000 anos. No entanto, existe um filamento relativamente recente de poeiras neste rasto proveniente da passagem do cometa em 1862.

Fenômeno das Perseidas

O fenômeno Perseids é visível anualmente a partir de meados de Julho, registando-se a maior actividade entre os dias 8 e 14 de Agosto, ocorrendo o seu pico por volta do dia 12. Durante o pico, a taxa de estrelas cadentes pode ultrapassar as 60 por hora. Podem ser observadas ao longo de todo o plano celeste, mas devido à trajectória da órbita do cometa Swift-Tuttle, são observáveis essencialmente no Hemisfério Norte.

 

Chuva de estrelas

As Perseiades são lindas. É uma experiência visual maravilhosa, que todos deveriam ver antes de morrerem. (Foto: Wikipedia)

A famosa chuva de estrelas das Perseidas tem sido observada ao longo dos últimos 2.000 anos , com a primeira descrição conhecida deste fenómeno a ser efectuada no Extremo Oriente. Na Europa recém cristianizada, as Perseidas tornaram-se conhecidas como Lágrimas de São Lourenço.

Em 2009 as perseidas voltaram a estar activas a partir do dia 14 de Julho. O pico de actividade deu-se nos dias 11 e 12 de Agosto.

Nessa data o Google comemorou o evento colocando um logótipo temático mostrando a chegada das perseidas desse ano. Garanto que assistir ao fenômeno das Perseidas vai ser muito melhor do que assistir ao BBB.

Fonte: Wikipedia