O Facebook é a rede social com mais usuários em todo o mundo e no Brasil recentemente ultrapassou o antes imbatível Orkut. Hoje temos milhões de pessoas efetivamente viciadas que gastam mais tempo do que deveriam lendo bobagens e expondo a vida particular na rede social de Mark Zuckerberg.

Mas como identificar que você é viciado em Facebook?

  • Você faz login no Facebook todos os dias, religiosamente?
  • Fica ansioso quando está longe do computador e não tem acesso ao Facebook?
  • Tem vontade de colocar cada detalhe da sua vida na atualização de status?
  • Fica incomunicável para as pessoas presentes quando está acessando o Facebook?
  • Interrompe seu trabalho ou estudo quase toda hora para dar uma olhadinha no Facebook?
  • Acessa o Facebook do celular quando está na cama, durante as refeições, no banheiro, no ônibus e pior, enquanto interage com as pessoas pessoalmente?
  • Entre diariamente no perfil de outras pessoas para acompanhar o que está acontecendo na vida delas.
  • Se o computador de sua casa era compartilhado, comprou um computador só pra você, e fica com o login no Facebook o dia todo online?
  • Foi dormir muito tarde por estar usando o Facebook?
  • Conversa com os familiares da sua casa através do Facebook?
  • Trocou o e-mail pelo Facebook?
  • Deixou de fazer alguma viagem por saber que não teria acesso à internet?

Se você se identificou com algumas destas práticas acima é quase certo de que você está mesmo viciado no Facebook.

Pare de usar o Facebook demais

Como usar menos o Facebook?

Imagem: technobuffalo.com

Mas porque tantas pessoas tem este problema? A resposta é bem simples: o Facebook é todo pensado para fazer você se viciar mesmo. A fonte de renda do Facebook é você! Os criadores do Facebook só ganham dinheiro quando você acessa continuamente, deixando cada vez mais informações sobre sua vida e permitindo que seja criado um perfil de consumo. Este perfil vai permitir lhe mostrar propagandas mais criativas e principalmente contextualizadas, realmente do seu interesse. Este tipo de anúncio é muito eficiente para o anunciante, e portanto anunciar no Facebook  pode ser muito efetivo e eles cobram bem por isto!

Temos que admitir o mérito deles em tornar o produto útil, rápido, eficiente e mesmo viciante. É muito gostoso poder ver as informações de seus contatos e conversar com eles rapidamente, todos em um só lugar, mas como tudo que prazer, é preciso tomar cuidado para não se transformar em um vício.

Se você já está viciado, veja algumas dicas para usar menos sem ser radical e precisar apagar o perfil do Facebook:

  • Determina um horário do dia para entrar no Facebook. De preferência à noite, em que poderá ver as atualizações de todos seus amigos durante o dia.
  • Limite o tempo máximo em que ficará online no Facebook.
  • Configura o chat para aparecer offline, assim não será difícil sair tendo que parar as conversas no meio.
  • Configura a sua linha do tempo do Facebook para ser visível apenas para seus amigos. Quanto menos pessoas virem suas informações, menos irão lhe incomodar, além de ser mais seguro expor suas informações apenas para quem você realmente conhece.
  • Desative os avisos de atualização e novos amigos que chegam por e-mail. Estes avisos no e-mail atiçam a curiosidade e o fazem querer entrar logo para saber.
  • Deixe o Facebook offline no celular para não ser interrompido o tempo todo. Se não conseguir isto, considere desinstalar o aplicativo do Facebook de seu smartphone.
  • Jamais leve o notebook ou celular para o quarto ou utilize-os em momentos que outras pessoas estiverem conversando ou interagindo com você pessoalmente. O contato pessoal é mais importante que o virtual.
  • Evite comentar em tudo que aparecer na suas atualizações ou ficará recebendo várias informações de que outras pessoas comentaram, aumentando sua necessidade de revisar tópicos antigos no Facebook.

Estas dicas visam controlar a utilização da rede social de forma que ela não atrapalhe a sua vida real. As redes sociais tem sua utilidade, mas não devem conflitar com outros interesses mais importantes. A rede social pode ser o meio para várias coisas, mas nunca o objetivo!

E você? conhece alguém que seja viciado em utilizar o Facebook? Faça-o ler este artigo mas deixe antes o seu comentário!