Você pode ter sido levado a acreditar que existem apenas programas pagos para usar no seu computador para algumas tarefas. Porém, praticamente todo programa pago tem uma versão do programa totalmente gratuita para uso, com a mesma qualidade e as mesmas funções. Sejam eles programas gratuitos para empresas ou programas gratuitos para uso pessoal, existem várias opções na rede para você usar e ter todas as suas necessidades profissionais e pessoais de informática satisfeitas. E se você tem dúvidas que os aplicativos gratuitos tenham os mesmos benefícios que os pagos, vamos explicar em detalhes porque a versão gratuita é a mesma coisa.

Antivírus Gratuito: Avast! / AVG / Panda Antivírus

O equívoco mais comum sobre o software antivírus é que você tem que comprar um para que ele seja bom. Embora o software antivírus seja importante ter, eu não acho que você precisa pagar por isso. Em vez disso, você pode pegar a versão gratuita do Avast!, AVG ou Panda Antivírus e praticar algum senso comum enquanto navega na Internet. Razões para usar a versão gratuita incluem:

Obter o mesmo nível de proteção contra vírus como o produto pago

Acelerar o seu sistema com um programa antivírus mais leve

É um dos programas gratuitos para empresas essenciais o antivírus, pois os custos de um antivírus pago pode ser bem proibitivo.

Navegador web gratuito: Google Chrome / Opera / Firefox

Em vez de usar o Internet Explorer, o Microsoft Edge ou o Safari, você vai estar um pouco preso a navegadores que podem ter problemas de segurança e demorar muito para ter atualizações necessárias. Além disso, eles são navegadores mais pesados do que os navegadores “gratuitos”. As três principais opções são o Opera, o Chrome, e o Mozilla Firefox.

Suporte avançado para sites modernos

Permite a sincronização de dados pessoais, entrando em sua conta do Google

Muito mais rápidos que o Edge, IE ou Safari

Utiliza um modelo de seguro para reduzir proativamente a quantidade de potenciais ataques em seu sistema

Oferecem uma vasta biblioteca de extensões para personalizar o navegador com sua cara

Opções gratuitas de programas

Vê esses ícones? Reconhece alguns deles? Pois é. Todos os ícones da figura são de aplicativos gratuitos, e muitos deles são versões de aplicativos pagos. (Foto: freedjsoftwareengineer.blogspot.com)

Gerenciador de e-mails gratuito: Gmail / Thunderbird

O cliente ou gerenciador de e-mails preferido das empresas sempre foi o Outlook, que tem de ser comprado com o pacote Office. Porém, tanto para o usuário de casa quanto o usuário empresarial tem mais opções gratuitas para gerenciar os e-mails: o Gmail, que é uma opção online e acessível pelo navegador; e o Thunderbird, que é uma versão do Outlook que pode ser usado offline como o Outlook. Algumas das vantagens desses dois gerenciadores de e-mail:

Poderosos filtros

Tipos de e-mail baseados em importância

E-mail é acessível em qualquer computador com um navegador e conexão com a internet (no caso do Gmail)

Fácil de se conectar a sua conta do Gmail em dispositivos móveis

O Thunderbird ainda tem extensões que podem ser instaladas para melhorar as funcionalidades do programa.

Opção gratuita do Office: LibreOffice / OpenOffice / Google Drive

Praticamente todo mundo precisa instalar uma suíte de escritório, afim de acessar documentos, preparar apresentações, e trabalhar com planilhas. Se você está procurando um produto pago, nesta categoria, o único caminho a percorrer é o Microsoft Office. Só que já temos excelentes opções gratuitas para esses programas da Microsoft, como Excel, Powerpoint, e Word.

O LibreOffice e o OpenOffice são duas suítes para escritório de código aberto, que podem ser usadas diretamente no seu computador. O Google Drive, anteriormente chamado Google Docs, possibilita a edição e criação de arquivos, mas requer o acesso à internet, o que também te dá um backup automático a todos os seus arquivos e a possibilidade de acessá-los pela nuvem.

O grande problema com LibreOffice, o OpenOffice e o Google Drive é que não são perfeitamente compatíveis com o Microsoft Office: alguns arquivos do Microsoft Office podem perder certas configurações ao serem abertos em suas opções gratuitas. Porém, conversores de arquivos online podem ser usados para que você perca menos configurações, edições, e informações. E a partir do momento que você começar a usar as opções gratuitas, você praticamente não terá mais que lidar com as configurações do Office.

Programa gratuito para editar imagens: GIMP / Pixlr / Paint.NET

Você já deve ter usado ou pelo menos ouvido falar do Photoshop para editar imagens. Ele é um programa pago e muito caro. Para substituí-lo, existem três opções: GIMP e Paint.NET, programas editores de imagens offline, e que você pode instalar no seu computador; e o Pixlr, um programa de edição de imagens online. As vantagens, além da gratuidade, incluem:

Fornece, praticamente todos os mesmos recursos

Recursos não incluídos pode ser adicionados através de plugins

Compatibilidade decente com arquivos PSD

Multiplataforma

Como falamos acima, todas as “deficiências” dos programas gratuitos em relação ao Photoshop podem ser resolvidas com a instalação de um plugin, com a exceção do Pixlr, que é um programa de edição online de imagens.

Player de vídeo gratuito: VLC Media Player / Media Player Classic / KMPlayer

Os players de mídia pagos, até mesmo o player nativo do Windows, são bem básicos em funcionalidades, com algumas exceções. Os players de vídeo gratuitos são leves, eficientes, e tem muitas opções de personalização.

Reproduzem praticamente qualquer formato que se possa imaginar

Oferece aceleração de hardware que deve ser suficiente para reproduzir vídeos em 1080p ou até mesmo vídeos 4K

Multiplataforma

Leve

Há várias outras alternativas de código aberto e gratuitos para vários programas pagas, mas estes são os principais que a maioria das pessoas pode e vai querer usar. Por exemplo, você pode converter arquivos de vídeo usando o Handbrake, que é gratuito e muito leve. Ou pode pesquisar alguns programas gratuitos e colocar nos comentários abaixo quais você usa. Quem sabe, não é o começo da sua transição do Windows ou OSX para o Linux? Esperamos sua participação!