Todos que assistem à televisão não compram nada. Salvo quem assina a TV a cabo, acabam não pagando nada para ter acesso à programação dos mais diversos canais. Então, como será que um canal de TV faz dinheiro? No que a audiência de um canal de televisão influencia na hora do canal fazer dinheiro?

Conglomerados de mídia

Quando falamos de um canal de televisão, estamos falando de um conglomerado de mídia. Esse conglomerado engloba canais de televisão, sites na internet, aplicativos, gravadoras, editoras de livros e revistas, produtoras de vídeo, distribuidoras de filmes, até parques de diversões. Todos esses produtos e serviços relacionados tem suas fontes de renda próprias. No caso específico dos canais de TV, a renda vem de algumas fontes bem específicas.

Como funciona um canal de TV? 

Um canal de TV produz conteúdo nacionalmente, nos estados, e regionalmente, através de emissoras ou afiliados. Além do canal de TV em si, na maior parte das vezes, há também pelo menos um canal de rádio associado a um canal aberto. Para retransmitir a programação de um canal de TV aberto em uma dada região, a emissora/afiliada precisa pagar uma porcentagem ou taxa fixa à matriz nacional, pelos direitos de transmissão. Essa já é uma das fontes de renda de um canal de TV.

Como a TV ganha dinheiro com audiência? Direitos de transmissão e outros serviços

Um canal de TV ganha dinheiro um bom dinheiro com direitos de retransmissão. Como falamos, isso envolve a cobrança de taxas ou porcentagens do lucro das emissoras afiliadas. Os direitos de transmissão também são pagos ao “canal oficial” de algum evento, como no caso de campeonatos esportivos, por outros canais, para que estes possam transmitir os jogos do campeonato. Alguns serviços pagos também dão algum dinheiro para as emissoras de TV aberta, como a cobrança de mensalidade para acesso a conteúdos exclusivos via internet, streaming de conteúdo para tablets e celulares, entre outros.

Importância da audiência para televisão

Sem o telespectador, um canal de televisão não tem nada, e perderá os lucros com as propagandas. (Foto: www.telegraph.co.uk)

Como a TV ganha dinheiro com Ibope? Publicidade!

Mas a maior parte de toda a renda de uma emissora de TV vem da publicidade. Elas vendem tempo de propaganda para empresas, pessoas que se interessam em conectar-se com seus clientes potenciais. Para obter o perfil desses clientes, e criar uma programação que atinja a esses clientes potenciais, o Ibope e as pesquisas de audiência são muito importantes. Por que?

O Ibope é uma empresa de opinião pública e estatística. Dentro as diversas pesquisas que faz, o Ibope também mede a audiência usando um equipamento instalado em lares selecionados. A partir desses equipamento, é possível fazer a medição de quanto tempo a pessoa passa assistindo a um determinado canal ou programa. O Ibope também registra dados da família que assiste aos canais, o que possibilita criar um perfil de quem assiste cada programa. Por exemplo, se uma casa liga a TV no canal X para assistir ao programa Y, o Ibope sabe que naquela família tem uma pessoa com XX anos de idade, solteiro/casado, que trabalha na área YYYY.

Com essas informações em mãos, o canal de TV consegue informar seus potenciais compradores de anúncios qual o melhor programa para suas propagandas. Se eu tenho uma empresa e quero atingir o público masculino, de 30 a 35 anos, que gosta de cuidar da aparência, o canal de TV vai me informar sobre qual o programa que tem a maior audiência para este público. Isso torna minha propaganda mais efetiva, e eu tenho que gastar menos dinheiro para atingir um público maior. As mesmas informações são válidas quando eu quero expandir meus produtos e serviços para um público novo, e o canal me informa em qual programa eu poderei atingir esse público.

Muitas vezes, o Ibope e o canal vão oferecer informações também sobre que tipo de propaganda funciona melhor para uma dada audiência, ajudando empresas a otimizarem seus investimentos em publicidade e propaganda. Nenhuma empresa consegue vender sem fazer publicidade. Podemos dizer que mais de 80% das receitas de um canal de televisão provém de propagandas.

As empresas também pagam aos canais de televisão para fazer propagandas de seus produtos dentro dos programas de TV, o chamado “product placement”. Pode ser um shampoo, um refrigerante, uma roupa, até mesmo a decoração de uma sala: tudo em um programa foi, provavelmente, pago por uma empresa para estar lá!

O vídeo abaixo explica bem como funciona o IBOPE, e um pouco de como isso influencia no dinheiro que um canal de TV faz.

Qual tipo de programa faz mais dinheiro?

A título de curiosidade, a programação que rende mais dinheiro a um canal de TV é geralmente a programação esportiva, seguida bem de perto pelas novelas. Esses são os programas que tem maior audiência no Brasil, ou seja, que mais pessoas estão assistindo ao mesmo tempo. Quanto mais pessoas assistem aos seus programas, mais pessoas uma propaganda pode atingir, e mais o canal poderá cobrar pelos anúncios para um certo programa.

Para você ter uma ideia da quantidade de dinheiro que um canal faz com propagandas, uma propaganda de 30 segundos no horário nobre da Globo chega a custar mais de R$500.000. Se você pensar que cada intervalo comercial tem aproximadamente 2 minutos e 30, e cada programa de 1 hora tem 6 intervalos, são 3 milhões só nas propagandas de intervalo. Isso sem contar os valores de product placement.

Como você achava que um canal de TV fazia dinheiro? Quais outras formas de fazer dinheiro um canal pode usar?