Assim como plantar uma árvore e ter um filho, escrever um livro é uma tarefa que demanda planejamento e paciência para vê-lo crescer e se desenvolver. Muitos escritores demoram anos para concluir uma obra, que não é escrita apenas com inspiração, mas com cálculo racional, organização das ideias e um roteiro prévio (ainda que este último possa sofrer uma reviravolta!). A escrita de um livro demanda técnica e estética, conteúdo e forma!

Antes de fornecermos dicas sobre como escrever um livro, é preciso enfatizar que são trabalhos muito diferentes escrever um livro científico/teórico e um livro literário, ficcional. O primeiro exige um projeto prévio ainda mais objetivo, com a definição da metodologia utilizada, a justificativa, os objetivos que deverão ser alcançados e o público ao qual se deve atingir. O livro literário também exige planejamento, mas está conjugado com o trabalho criativo que muitas vezes subverte planos, como se a obra fosse se tornando superior ao autor e todo seu planejamento inicial. Personagens e situações podem tomar rumos inesperados e surpreender o próprio escritor.

Dicas para escrever um livro

Passos essenciais para escrever um livro

Mas então, de forma sintética, vamos às dicas sobre como escrever livros, sejam eles científicos ou literários:

  1. A exigência básica para qualquer escritor é ser antes um ótimo leitor. A intimidade com as palavras, o uso de expressões, o conhecimento da língua é todo adquirido através da leitura. A leitura também te apresenta as diferenças entre os gêneros literários, como romance, conto, poesia, dissertações, fornecendo as bases para sua escolha.
  2. Outra exigência básica: ter uma ideia, um tema sobre o qual você deseja escrever, ainda que não saiba seus desdobramentos. Todo livro tem começo, meio e fim, então é necessário ter pelo menos o começo para começar!
  3. Só aprendemos a escrever escrevendo! É bom que antes da decisão de escrever um livro, você já tenha alguma prática de escrita, já seja familiarizado com a linguagem.
  4. Determine o público que você deseja atingir. Se é infantil, juvenil ou adulto. Se é um público leigo ou especializado. Se é um leitor de romances ou de tratados. Escreva o livro sempre pensando em seu leitor.
  5. Determine o gênero literárioque você quer escrever. Para cada um deles haverá um planejamento diferente. Escrever um romance demanda paciência para o desenvolvimento e desdobramento da trama. Contos demandam pensamento sintético e condensação da história em poucas páginas. Livros científicos demandam um projeto de pesquisa, e assim por diante.

    Como publicar um livro

    O que fazer para ter um livro publicado

  6. Estabeleça a linguagem utilizada. Isso se relaciona com o público escolhido. A linguagem será infantil, coloquial ou culta? Para cada público, uma linguagem diferente!
  7. Após o término do livro (sabe-se lá depois quanto tempo após o início!), leia e releia o livro. Faça retoques, apague, acrescente. Lapide o livro até ele alcançar o objetivo desejado.
  8. Caso deseje publicá-lo, pesquise o tipo de livros que cada editora tem em seu catálogo. Umas só publicam infantis, outras não publicam auto-ajuda, algumas prezam por temas ousados e atuais. Veja qual editora é mais a cara do seu livro e entre em contato. Após enviar o seu original não fique ligando e pressionando a editora. É possível que você espere até 6 meses pela resposta!
  9. Uma boa forma de começar a ganhar leitores e a expor suas idéias é através da Internet. Muitos livros publicados atualmente foram anteriormente blogs. Essa é uma ótima ideia, pois o blog é gratuito, pode ser divulgado para os amigos, em redes sociais e outros meios, comporta todo tipo de texto e imagem, além de você saber quantas visitas diárias ele tem. Se ele se tornar popular, pode ser muito mais fácil publicar seu livro em alguma editora.
  10. Hoje em dia são raras as pessoas que escrevem livros à mão, muito menos em máquinas de escrever! Uma boa ferramenta para a escrita de livros é o uso do Google Docs. Basta ter uma conta de e-mail do Google para usar a ferramenta de documentos, permitindo o acesso a qualquer hora e lugar, desde que exista uma conexão à Internet. Todo o texto é salvo no Google Docs, e você não corre o risco de perdê-lo como os arquivos que estão salvos no computador.