A pesca é uma arte e como toda arte, demanda técnica. Esta pode ser aprendida com a devida prática, repetição, e certas manhas e macetes específicos para alguns peixes, artimanhas que eles exigem até dos pescadores mais experientes. Isso é principalmente verdade para os peixes mais tradicionais do Brasil na pesca: traíra, tilápia, tucunaré, dourado, pacu, carpa, e muitos outros. Como pescar esses peixes com sucesso?

Como pescar peixes brasileiros: equipamento

Não precisa se complicar aqui. Um erro muito comum de pescadores iniciantes (e até dos mais experientes) é gastar fortunas em equipamentos de pesca, sendo que isso não é necessário. Você precisa de uma vara de pescar de fibra de vidro ou outro material resistente semelhante, para começo de conversa, e não precisa gastar muito. Compre um modelo básico (evite kits completos, prefira comprar as peças separadamente).

Também compre uma carretilha de linha de pesca de. 6 ou 8 libras para água doce, 10 ou 12 libras por água salgada, um par de flutuadores de plástico, alguns pesos para as linhas, e alguns anzóis (de tamanhos diferentes). Uma caixa com separadores ajuda a manter tudo bem organizado. No caso de anzóis, pesos, e flutuadores, não há nada de errado em comprar um kit com diferentes tamanhos.

Por fim, compre uma linha de nylon bem resistente, de tamanho padrão. Dedique algum tempo para conhecer esses itens, os nós que você tem que dar para ligar cada deles (peso, anzol, flutuador, etc), como a linha tem que ser usada, como a vara tem que ser manuseada, como a carretilha tem que ser instalada na vara de pesca, como substituir a linha do anzol, etc.

Qual isca usar para pescar?

Depende. Por exemplo, a traíra é um peixe carnívoro, e você terá mais chances de pescá-la usando outro peixe como isca. Para tilápias, preparos artificiais de ração (massa para pesca) podem ser muito bem sucedidos na pesca. A minhoca e peixes menores vivos podem funcionar para muitos dos peixes maiores, que a enxergam como uma presa fácil. Camarão também funciona para alguns peixes. Até as iscas artificiais também funcionam.

A verdade aqui é que não há uma regra para cada tipo de peixe. Várias iscas funcionam para vários peixes diferentes. Tem que fazer um pouco de ensaio e erro para ver quais iscas funcionam melhor com um tipo de peixe em um dado ambiente, pois os peixes podem mudar seus hábitos alimentares devido a mudanças no ambiente, como falta de alimentos, estresse, entre outros fatores.

Aprendizado da pesca

A pesca é uma técnica que deve ser praticada para que os peixes possam ser capturados com sucesso pelos melhores pescadores. (Foto: www.ebay.com)

Use um anzol apropriado para o tipo de isca e o tipo de peixe

Se você vai usar um camarão para sua isca, um anzol pequeno não vai dar certo. Da mesma forma, um anzol grande não vai funcionar muito bem com minhocas pequenas. Você também não vai querer usar um anzol pequeno para pescar pacus e tucunarés, ou usar um anzol grande para pescar lambaris.

Pesca é também planejamento, e você tem que saber que tipo de peixe quer capturar. Algumas vezes pode acabar com um tipo não muito esperado no seu anzol. Escolhendo o anzol e a isca certa, porém, você estará meio caminho andado para a pesca do peixe desejado.

Escolha o lugar certo para sua pesca

Se você quer pescar um tucunaré, você não vai pro mar. Existem mapas e guias de pesca de revistas especializadas com todos os peixes de rios, açudes, regiões, e lagos do Brasil, bem como todas as licenças que você precisa ter para poder fazer a pesca. Não se esqueça que é proibido pescar durante algumas épocas do ano.

 

Seja paciente durante a pesca, e teste lugares diferentes

Pesca é um teste de paciência. Pode demorar muito tempo até um peixe mordiscar sua isca e o flutuador mexer, e você sentir isso. Ou você sentir o mordisco e mover a vara de pescar para o anzol prender no peixe. Tenha paciência para que a pesca funcione.

Mas se estiver demorando demais, tente jogar o anzol em um lugar diferente. Perto de árvores, em sombras, onde a água é mais agitada. Cada um desses pontos terá um tipo de peixe diferente que gosta mais desse ambiente. Experiemente!

As dicas abaixo para tilápias funcionam também para outros peixes.

Cuidado ao manusear os peixes!

Alguns tem dentes afiados, outros tem barbatanas espinhosas. O ideal é usar um alicate de pesca para remover o anzol, segurando o peixe por trás da cabeça. Isso evita acidentes e que o peixe possa te machucar (e ser machucado) por você. Tire uma foto antes de mandar o peixe de volta para a água, se a pesca for esportiva. Ou você pode preparar boas receitas com o peixe, já que ele é ótimo para controlar o colesterol.

Lembre-se de continuar praticando, pois é assim que você vai conseguir pescar os peixes mais difíceis!

Você pesca? tem dicas para outros pescadores? Compartilhe nos comentários abaixo!