Para passar em concurso público são necessárias muitas medidas concretas além da própria vontade de passar. Não basta querer, é necessário muito estudo, disciplina, planejamento, equilíbrio, consulta aos materiais corretos, resolução de provas anteriores, e segurança. A maioria das pessoas que passam em concursos públicos já prestaram outros concursos anteriores e foram aos poucos se familiarizando com a dinâmica da rotina mais regrada e com os tipos de provas. São poucas as pessoas que passam em um concurso público de primeira, isso porque o conhecimento acumulado de conteúdos básicos à maioria dos concursos e o costume dos estudos oferecem uma maior chance de sucesso. Mas sendo o seu primeiro ou seu quinto concurso, conheça lições básicas para ser bem sucedido durante os estudos e finalmente nas provas!

Fazer concurso público

Dicas para passar em concurso público

  • Acredite que você vai passar. De nada adianta tentar qualquer coisa na vida com o sentimento inicial de derrotismo e descrédito com a sua capacidade. Alguém sempre passa em concurso público, por que não você?
  • Não se apegue aos números da concorrência candidatos/vaga. Preocupe-se com a sua preparação e com seu desempenho, independente se são 500 candidatos ou 20 candidatos. A tendência maior são as pessoas desanimarem diante dos números. Por isso mesmo faça a diferença e esteja à frente deles!
  • O seu material de estudo deve ser bom, trate-o como um investimento. De nada adiantará economizar se o material é fraco e/ou não contempla o conteúdo necessário. Invista em bons materiais, atualizados e especializados. Você pode assinar também os serviços de sites de concursos para baixar provas anteriores e exercícios.
  • Você pode pedir ajuda a pessoas da área do concurso. Eles podem indicar bibliografia, emprestar livros e apostilas.
  • A partir do edital liste o conteúdo e faça um programa de estudos. Não deixe de estudar nada que está no edital, nem perca tempo com assuntos que estão fora do edital. Tenha sempre esse programa de estudos em mãos, e vá riscando os conteúdos já estudados. O tempo dedicado à cada conteúdo do edital deve ser proporcional ao peso da conteúdo na prova. Conteúdos com maior peso devem ser mais investidos.
  • Não dê ouvidos à opiniões desmotivadoras ou convites que te tirarão totalmente da rotina estabelecida. Foque no seu objetivo e na sua preparação.
  • Apesar da prioridade dos estudos, busque um equilíbrio com sua vida social. O isolamento só te fará tomar antipatia dos estudos e encará-lo como se fosse uma tortura. A distração é importante para o posterior rendimento, nem que seja sair uma vez por semana com os amigos.
  • Encare como uma situação normal o fato de que em certos dias a cabeça não funciona e a matéria não entra. Quando for assim, tome um banho, faça alguma atividade prática, caminhe, e depois retome os estudos. Se não der certo, deixe para o dia seguinte. (Mas por favor, não transforme em hábito essa indisposição!)
  • Se a sua casa é uma distração constante: computador, tv, cama, geladeira, busque um local fora de casa para os estudos. Alguma biblioteca ou centro cultural com espaço para isso.
  • Faça muitos exercícios! Essa é uma dica quase infalível se for seguida a risca. Para cada conteúdo programado no edital resolva muitos, muitos, exercícios. Você se familiarizará com o conteúdo, com o estilo das perguntas e terá o discernimento do que você está sabendo e do que você ainda tem dúvida. Reforce os estudos daquilo que você não conseguiu resolver nos exercícios.
  • Durante a prova comece pelas questões mais simples, passe às mais trabalhosas, e em seguida, às mais difíceis.
  • Não desista caso seja reprovado. Com mais um pouco de preparo e familiaridade com a dinâmica dos concursos, o sucesso será garantido.