O Brasil é um país marcado principalmente por suas novelas na TV. Porém, temos também filmes, seriados e teatro de muito boa qualidade. Durante os anos em que estas artes floresceram em nossas terras, alguns atores ganharam um célebre e merecido destaque. Neste artigo, listamos alguns destes atores que merecem não apenas nosso respeito, mas nossa completa admiração.

Marco Nanini

Começou sua vida profissional no teatro e trabalha na televisão desde a época da saudosa TV Tupi. Seus personagens se caracterizam por traços simples e detalhes que fazem de sua interpretação cada vez mais verossímil.

São mais de 14 novelas e, com certeza, seu maior sucesso é Lineu Silva, o pai do seriado A Grande Família, sucesso absoluto desde 2001. O povo brasileiro se identifica na imagem criada por Nanini, um ótimo, simples e dedicado ator.

José Wilker

Crítico de cinema, autor, ator. Um profissional com várias qualidades. Se destaca pelo seu amor e paixão pelo cinema, não apenas por suas interpretações televisivas. No cinema, fez papéis consagrados, como Antônio Conselheiro no filme Guerra de Canudos e Zeca Diabo, na adaptação da obra de Dias Gomes de O Bem Amado.

Já na televisão, um de seus papéis mais marcantes é o de Luis Roque Duarte, de Roque Santeiro, uma das novelas de maior sucesso de todos os tempos. Foi responsável também pela direção de um dos maiores programas de humor do Brasil, Sai de Baixo.

Galã de filmes e novelas

Com papéis cada vez mais desafiantes, Rodrigo ganha cada vez mais espaço nacional e internacionalmente. (Foto: insoonia.com)

Rodrigo Santoro

É um dos primeiros atores brasileiros a ter muito destaque no mercado internacional. Deixou de lado papéis em novelas e na televisão brasileira para buscar uma carreira sólida em filmes no exterior. Isso não significa que não houve alguns obstáculos no caminho, como alguns papéis de pouca importância e de poucas falas.

No Brasil, seu papel de maior destaque na TV foi em Hilda Furacão, ao interpretar Frei Malthus, constantemente tentado pela personagem principal da série. Porém, é no cinema que ele pode realmente mostrar seu brilho com filmes como O Bicho de Sete Cabeças e Carandiru.

Seu papel internacional de maior importância foi o rei Xerxes no filme 300. O personagem e o filme tiveram tanto impacto que rendeu um filme que antecede a história de 300, contando como Xerxes ganhou seu poder como Deus rei.

Selton Melo

Junto com Rodrigo Santoro, Selton Melo é um destaque da nova geração não apenas como ator, mas também como diretor. Seus trabalhos no cinema e em séries são de grande destaque.

Uma de suas principais atuações foi no papel de Chicó em O Auto da Compadecida. lhe rendendo elogios por toda a crítica e pela população brasileira, cativada pelo carisma do ator e do personagem. Fez grande interpretação também em filmes como Lisbela e o Prisioneiro, Caramuru – A Invenção do Brasil, Meu Nome Não é Jhonny e Mulher Invisível.

Atualmente, atuou e dirigiu o premiado O Palhaço.

Eterno Capitão Nascimento

Será marcado eternamento pelo brilhante papel que desempenhou como protagonista dos filmes da série Tropa de Elite. Mas não deixará de continuar fazendo ótimos papéis. (Foto: noticias.gospelmais.com.br)

Wagner Moura

Capitão Nascimento e Tropa de Elite são os primeiros nomes que vem à mente quando falamos deste grande ator da nova geração de atores brasileiros. Porém, ele já fez papéis no cinema  de extrema importância e de grande interpretação, como em Carandiru, Deus é Brasileiro, O Homem do Ano e Cidade Baixa. Na televisão, destaque para seus papéis na série Sexo Frágil, Paraíso Tropical e JK. Também atua no teatro e estará em breve no mercado internacional como o vilão do filme Elysium. E podemos esperar ainda muito, deste ator que dá um show em suas atuações.

Tony Ramos

Criativo, versátil e marcante. São três palavras que definem todo o trabalho de Tony Ramos, que se dedica muito para os trabalhos na televisão, onde mostra toda sua maestria. Mas isso não significa que não se destaca no cinema também: com seu papel em Se Eu Fosse Você, ele ganhou muitos elogios e provocou grandes risadas ao interpretar um marido que troca de corpo com sua esposa.

Na televisão, são tantas novelas que até perdemos a conta: O Astro, Pai Herói, Baila Comigo, Selva de Pedra, Bebê a Bordo, Rainha da Sucata, Felicidade, Olho no Olho, A Próxima Vítima, Torre de Babel, Laços de Família, O Clone e muito mais. De vilão a herói, ele já passou por praticamente todos os papéis.

Lima Duarte

De brilhante capacidade de interpretação, Lima Duarte também faz sua parte em interpretar grandes papéis na televisão. Em O Bem Amado, na versão de televisão, viveu Zeca Diabo, considerado ainda hoje um de seus principais personagens. Em Roque Santeiro, atuou como Sinhozinho Malta, cultivando o carinho da população brasileira. Não podemos esquecer de Sassá Mutema em O Salvador da Pátria. Outros sucessos incluem Pedra sobre Pedra, Fera Ferida, A Próxima Vítima, A Indomada e Belíssima. Apesar de não sair muito da televisão, Lima Duarte já tem seu lugar guardado entre os grandes atores do Brasil.

Antônio Fagundes

Teatro, cinema e televisão. Antônio Fagundes é um dos poucos atores do Brasil que pode se gabar de lidar com todas estes três meios de interpretação com maestria. Desde Mulheres de Areia até hoje em dia, Antônio Fagundes também arranca suspiros de mulheres apaixonadas por seus papéis e pelo eterno galã. Já fez papéis de galã, vilão e até papéis cômicos. Seus papéis em Rei do Gado e A Viagem talvez tenham sido os mais marcantes.

E não podemos esquecer de Carga Pesada e Mundo da Lua, dois seriados que marcaram gerações por suas características simples e únicas.

Antônio Fagundes também tem um amor declarado ao palco, tendo interpretado vários papéis de grande importância no teatro brasileiro e dirigido também várias peças.

Uma lenda do teatro

Apesar de ter feito algumas novelas, Autran se destaca pelo seu brilhantismo no teatro brasileiro, sendo parâmetro para todos os outros atores. (Foto: blogs.odiario.com)

Paulo Autran

São mais de 100 peças de teatro, papéis no cinema e na televisão. Autran definiu um patamar de excelência na interpretação de papéis. Sua real paixão era o teatro, o que o fazia recusar papéis de grande importância na televisão. Na televisão, seu papel de maior importância é provavelmente seu dueto com Fernanda Montenegro, em Guerra dos Sexos. No cinema, participou de filmes como O Ano Em Que Meus Pais Saíram de Férias.

Autran já não está mais entre nós. Mas seu legado estará sempre na atuação dos atores brasileiros.

Raul Cortez

Cinema e teatro eram suas paixões. Porém, ele cedeu às tentações da TV e foi nela que ganhou destaque. Participou com papéis importantes, como em Xeque-Mate, Brega e Chique, Mandala e Rainha da Sucara. Em seu papel em O Rei do Gado, contracenando com Antônio Fagundes, ganhou o maior destaque por uma interpretação visceral e única. Em Terra Nostra, continuou mostrando sua capacidade de cativar o público. O ator se foi em 2006, não sem deixar saudades e muitas lembranças boas.