Grand Fantasia – Classes e dicas

Escrito na categoria "Códigos e dicas de jogos" por André M. Coelho.

Que os jogos no estilo MMORPG são um enorme sucesso todo mundo já sabe. Games como Perfect World e World of Warcraft fazem a cabeça dos fãs e são difíceis de substituir. Quem gosta do estilo mas prefere um game com gráficos e enredo mais leves vai adorar conhecer Grand Fantasia, um MMORPG que vai acertar em cheio o coração dos fãs de Ragnarok, pelo estilo bem parecido.

O game conta a história da terra de Saphael, um lugar místico que costumava ser regido pelos Sprites, os espíritos da natureza, e que vivia em paz até que as tribos de Saphael começaram a se distanciar uma das outras e também dos Sprites, passando a povoar lugares distantes, destruir florestas e procurando maneiras de superar os humanos. Nesta busca eles despertaram o mal existente no centro da terra e libertando dragões e criaturas malignas que passaram a assolar o mundo humano. Diante desta ameaça os Mensageiros dos Sprites surgiram para tentar deter a destruição, que foi parada por algum tempo mas logo acabou também, quando as tribos voltaram a brigar entre si. Este evento, conhecido como a Grande Guerra de Saphael dividiu novamente o povo e maculou o iluminado povo dos Mensageiros e colocou sua existência em risco. Eles continuam a existir apenas por um pequeno grupo localizado na Ilha de Siwa, onde começará a jornada de seu personagem.

Screenshot Grand Fantasia

Gráficos amigáveis e jogo leve

Como todo bom MMORPG, Grand Fantasia conta com várias classes:

Assim como em Ragnarok, em todas as classes você deve cumprir uma tarefa a certo intervalo de níveis para melhorar suas habilidades de classe.

Faça seu cadastro no site de Grand Fantasia e conheça este mundo mágico que precisa de sua ajuda para se reerguer.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André é formado em pedagogia e gosta de educar e aprender. Encontrou através do blog Palpite Digital BR uma maneira de repassar seus conhecimentos e aprender mais sobre diversos tópicos. Além disso, ele também é um entusiasta de jogos digitais, tendo começado com um Master System 3 no início da década de 90 e indo pro mundo dos computadores ao final da década. Desde então, não parou mais e continua jogando, aprendendo, e ensinando.