A trudução de um tema não é muito difícil, mas é bem trabalhosa.
Não há uma regra que funcione para todos os temas, mas existe um padrão que é seguido pela maioria.

Os bons temas disponibilizam arquivos com extensão .po ou .pot que podem ser traduzidos para vários idiomas. Outros temas precisam ter cada um dos arquivos editados para fazer uma tradução. É destes temas que este artigo trata!

Os temas mais complicados muitas vezes têm arquivos a mais que os temas mais simples, e a tradução deve levar em conta estes arquivos também.

Nos temas do WordPress, os principais arquivos que precisam ser modificados ao fazer uma tradução ficam no diretório principal de cada tema:

  • index.php: controla a exibição geral da página principal.
  • single.php: gera a página HTML a ser exibida quando um artigo (post) é acessado diretamente.
  • page.php: controla a exibição das páginas (no sentido de page, do WordPress).
  • header.php: exibição do cabeçalho das páginas.
  • footer.php: exibição do rodapé da página (não tira os créditos do autor do tema)
  • search.php: exibe os resultados de pesquisa.
  • sidebar.php: mostra a barra lateral, se existir.
  • comments.php: informações sobre a exibição dos comentários feitos no seu site.
  • 404.php: página padrão exibida quando tentam acessar algum link que não exista no seu site.
Temas do WordPress - Tradução

Os temas do WordPress podem ser facilmente traduzidos

Os dois primeiros arquivos são os mais importantes para a tradução, pois a maioria dos textos estão neles.
Observe que podem existir arquivos com outros nomes no tema escolhido por você, ou mesmo não existirem os arquivos acima. Porém, na maioria dos temas esta é a divisão utilizada.

Além de saber quais arquivos modifica, é interessante que você fique a par a respeito da utilização de caracteres acentuados no código HTML. Quando o tema vem do inglês (maioria), não existem acentos, e pode ser bem chato colocá-los no tema.

Uma maneira mais rápida de fazer isto, é utilizar um editor de textos que permita fazer substituições em todos os arquivos abertos, como o Notepad++.

Assim, você pode fazer a tradução dos arquivos tranquilamente, digitando os caracteres e acentuando-os normalmente. No fim, você abre no editor de texto todos os arquivos que modificou e substitui automaticamente em todos eles os caracteres acentuados pelo código HTML de cada um.

Caso tenha alguma dúvida sobre como traduzir um tema do WordPress, viste o site DoWordPress com vários dicas de WordPress.