Preparar-se para o grau de mestre pode ser emocionante, mas extremamente difícil e estressante. Doutorado então, mais ainda. Ser aceito em um programa de pós-graduação da escola requer muitos e importantes passos demorados que muitas pessoas não estão conscientes. Algumas ideias podem ser úteis na hora de encontrar o caminho certo.

Ganhar um diploma de bacharel é normalmente o primeiro passo nessa jornada. Até mesmo uma licenciatura pode levá-lo aos graus mais altos. O porém é que o primeiro te prepara melhor para as pesquisas. É importante, mas não obrigatório, manter uma boa média nas matérias da graduação.

Prepare-se e concluir com êxito os testes padronizados necessários para ser aceito no programa de pós-graduação de sua escolha. Por exemplo, programas de pós-graduação em economia normalmente exigem que o candidato seja aprovado no exame da ANPEC. Uma boa pesquisa e dedicação para os estudos vai te ajudar a passar nestes testes.

Selecione seu instituto aprendizagem desejado pelo menos um semestre antes do que você está planejando para começar. Isso permite que o tempo necessário necessário para que você se familiarize com a universidade, converse com professores, faça matérias isoladas e assim, já consiga estabelecer um relacionamento com seu futuro orientador e com a entidade em si. Sem este relacionamento, pode ser muito difícil conseguir uma vaga, mesmo que você vá bem nas provas.

Vida acadêmica

A carreira acadêmica exige muito de quem se dedica a ela, começando já antes dela começar. (Foto: www.avantis.edu.br)

Prepare-se para produzir muito e a todo tempo. A carreira acadêmica irá tomar quase todo seu tempo livre, principalmente para a produção de artigos científicos e para pesquisas. Você deve se esforçar bastante para conseguir aproveitar o máximo do seu tempo para os estudos.

Conclua todos os pré-requisitos necessários para a aceitação no programa de pós-graduação de sua escolha. Para determinados programas, determinadas classes de graduação deve ser concluída com êxito antes de ser admitido no programa de mestrado. Também, é necessário, para praticamente todos eles, a fluência em uma segunda língua. Programas de doutorado normalmente pedem até duas línguas além do português.

Acima de tudo, prepare-se financeiramente. Quem vai mesclar trabalho e estudos, deve estar consciente do tempo que será tomado de sua vida. Quem quer pegar uma bolsa de estudos, tem que saber que não poderá ter um trabalho com carteira assinada. Sabendo disso, você pode planejar como serão os próximos anos até que você adquira o tão sonhado título.