Quase todos os tipos de escolas podem ser classificados na categoria pública ou privada com base no seu financiamento. As escolas públicas recebem seu financiamento do governo e as escolas privadas recebem financiamento em qualquer outro lugar. Embora a maioria das escolas possa se enquadrar nessas duas categorias, a quebra padrão das escolas públicas e privadas dificilmente vai esclarecer a vasta gama de escolas que você pode encontrar. Com isso em mente, classificamos 10 tipos diferentes de escolas que você poderá encontrar no Brasil..

Tipos de escola: escola pública tradicional

As escolas públicas são operadas por fundos do governo local, estadual e federal. As proporções e as fontes de financiamento podem variar de acordo com o tipo de ensino, seja educação infantil, ensino fundamental, médio, ou ensino superior.

As escolas públicas tradicionais precisam respeitar determinados padrões. Os professores devem ter o licenciamento apropriado para trabalhar em uma escola pública, além de prestarem concurso para serem efetivados. Os alunos frequentam uma escola pública com base em onde vivem e não são obrigados a pagar a taxa de matrícula. As próprias escolas devem aderir às regras do currículo, das políticas e da governança, a maioria dos quais é decidida a nível Federal de acordo com o MEC.

Tipos de escola: escolas modelo

As escolas modelo oferecem um híbrido institucional. Como escolas públicas tradicionais, elas geralmente são gratuitas. No entanto, os pais geralmente devem enviar um pedido separado para inscrever um filho em uma escola autônoma e, como escolas particulares, as vagas são geralmente limitadas.

Qualquer empresa, organização ou pessoa física pode abrir uma escola autônoma. Se o estado conceder a licença, a escola pode até uma certa quantia de financiamento por um período de tempo limitado. Se a escola não atender às expectativas de desempenho, a licença não é renovada e ela pode até fechar em alguns casos. Muitas oferecem um ambiente de aprendizagem único, como uma escola cujas aulas de ciências são conduzidas no campo ou uma especialização em educação artística. As escolas escolhem frequentemente uma especialização ou missão que atenda a necessidade de sua comunidade.

Professores e administradores dessas escolas modelo tem mais autoridade para tomar decisões do que a maioria das escolas públicas tradicionais, e o custo dessa liberdade é uma pressão constante para realizações

Exemplos incluem os colégios militares, as escolas do SEBRAE de ensino médio e fundamental, escolas públicas que foram fundadas por empresas, entre outros modelos de escolas..

Tipos de escolas

Conhecendo os diferentes tipos de escolas você vai entender melhor os benefícios que cada uma delas pode trazer para sua educação e de sua família. (Foto: BBC)

Tipos de escolas: vocacionais

As escolas Magnet são especializadas em certas áreas, como a tecnologia, a ciência ou as artes. São escolas públicas gratuitas. Algumas dessas escolas admitem estudantes com base nas conquistas, muitas vezes no desempenho dos alunos. Eles são altamente competitivos e altamente seletivos, e os alunos geralmente passam por testes rigorosos e aplicações para participar. Outras escolas vocacionais aceitam matrículas usando um sorteiro aleatório e admitirão qualquer aluno que deseje participar.

Como resultado, eles promovem o aprendizado cognitivo e social de nível superior, fazendo um esforço extra para criar um senso de sala de aula e comunidade escolar. O currículo também é claro e transparente para as famílias para que elas possam se envolver mais plenamente na aprendizagem de seus alunos. O SENAI e outras escolas de cunho mais técnico podem ser consideradas escolas vocacionais nos tempos de hoje.

Tipos de escolas: escola privada tradicional

As escolas privadas não são financiadas pelo governo. É por isso que elas cobram taxas e mensalidades. Essa separação do financiamento do governo não lhes dá a liberdade de não seguir o currículo nacional, apesar de poderem estender seu ensino para além disso..

As escolas privadas podem ser administradas empresas com fins lucrativos, ou podem ser sem fins lucrativos, como aquelas administradas por fundações privadas ou instituições religiosas. Na maioria desses casos, o financiamento primário para a escola vem de seus alunos cujos pais pagam a taxa de matrícula e mensalidades para que seus filhos participem.

Tipos de escola: internato

Um internato, por definição, é qualquer escola que ofereça comida e alojamento aos seus alunos. No entanto, também é muito mais do que isso. Um internato é uma comunidade próspera de estudiosos, atletas e artistas. Para criar esta comunidade, a maioria das escolas exigem que a maioria de seus alunos viva no campus para o ano letivo.

Destinados a ir além da academia sozinhos, essas comunidades oferecem oportunidades para relacionamentos mais profundos com professores e colegas de trabalho através de todas as atividades extracurriculares, tudo em um só lugar. O corpo docente, a equipe e suas famílias freqüentemente vivem no campus e servem no treinamento ou no assessoramento de capacidades. Geralmente tem cunho religioso ou focam no ensino de idiomas. Podem ser de gêneros mistos, apenas para homens ou apenas para mulheres.

Tipos de escola: de imersão linguística

As escolas de imersão linguística mergulham seus alunos em uma segunda língua. Os professores bilíngues ensinam suas aulas na segunda língua em graus variados. Em geral, os programas são projetados para estudantes cuja língua nativa é o inglês. Escolas de imersão estão classificadas em três categorias principais: imersão total, parcial e bidirecional.

A imersão total é onde todos os sujeitos (ou quase todos) nas classes mais baixas são ensinados na língua estrangeira. A imersão parcial é onde até 50% dos indivíduos são ensinados na língua estrangeira. Em alguns programas, o material ensinado na língua estrangeira e reforçado na língua nativa (português). Os programas de imersão bidirecional dão igual ênfase a  nossa língua e a uma língua que não seja o português, porque muitos de seus alunos são falantes nativos da língua não portuguesa.

Tipos de escolas: Montessori

Montessori é uma maneira de ensinar que honra a individualidade e os interesses de cada criança. O professor prepara a sala de aula, convidando as crianças a explorar e aprender através de atividades práticas.

As escolas Montessorianas colocam uma grande ênfase na exploração. As crianças são encorajadas a questionar e experimentar a alegria de descobrir o mundo ao seu redor através da experiência da sala de aula. O currículo é muito bem elaborado abrangendo matemática, linguagem e ciência, bem como assuntos sensoriais.

As comunidades de sala de aula em uma escola Montessoriana são projetadas para serem comunidades de três anos. Cada professor terá o mesmo grupo de crianças por três anos. Esta estrutura proporciona aos professores tempo para construir relacionamentos com alunos e suas famílias que personalizam e aprofundam o material estudado. Essas escolas matriculam famílias, não apenas crianças. Quando uma família escolhe Montessori para seu filho, eles também escolhem para sua família.

Tipos de escolas: privada de educação especial

As escolas privadas de educação especial estão focadas em estudantes com necessidades especiais. Muitas vezes elas suportam diferenças específicas de aprendizagem, como espectro autista, lesões cerebrais, velocidades de processamento mais lentas, TDAH, ansiedade severa ou outras diferenças neurológicas. Há até escolas para alunos superdotados, que aprendem em um ritmo mais acelerado do que outros.

Essas escolas estarão melhor equipadas do que a escola média para atender às necessidades de aprendizagem especializadas para seus alunos. Professores, administração e funcionários adicionais como conselheiros, enfermeiros e consultores acadêmicos são altamente informados e estão atentos às necessidades específicas de sua população. Isso pode ser um salva-vidas para estudantes que precisam de mais acomodações do que as ofertas típicas do sistema escolar.

As escolas de educação especial focadas em uma área (como o autismo) podem certamente proporcionar um melhor atendimento aos seus alunos, mas também os estudantes em crescimento podem desenvolver adaptações e habilidades sociais importantes na escola com uma população menos focada.

Tipos de escola: paroquial

Uma escola paroquial é uma escola privada e religiosa que recebe financiamento de uma igreja local. Enquanto outros tipos de escola religiosa podem ter diferentes graus de financiamento de uma igreja, o termo paroquial indica que a escola será associada a uma igreja local. O ensino da religião é um foco importante nessas escolas.

Uma escola privada paroquial é financiada quase que completamente pela taxa de matrícula paga por cada aluno no atendimento. Se as despesas com o funcionamento da escola aumentam significativamente, a matrícula aumenta de acordo. Uma escola paroquial é uma extensão de uma entidade maior, a saber, a igreja local. Em alguns casos, essas escolas fornecem bolsas de estudos ou programas de ensino para alunos carentes.

Tipos de escola: religiosa

As escolas religiosas são instituições privadas com afiliação religiosa.  As escolas religiosas são freqüentemente classificadas como escolas privadas independentes, mas são afiliadas a uma associação. O ensino da religião é secundário nessas escolas.

Geralmente essas escolas estão entre as melhores do país, administradas por diferentes grupos religiosos como Jesuítas, Adventistas, entre outros. Há o ensino religioso nessas escolas mas elas focam mais no ensino formal, baseado nas diretrizes e bases estabelecidas pelo MEC.

Conhece algum tipo de escola que não entrou nessa lista? Deixem nos comentários. Queremos ouvir vocês!

Marcadores: ,