Hoje em dia temos lidado muito com esse conceito, que se transformou inclusive em curso superior e temas de estudos e estratégias. Afinal de contas, o que é marketing? Marketing é o termo usado para ações que visam promover e valorizar uma idéia, um produto ou um serviço.

Fazer o marketing de algo significa tornar este algo necessário e essencial, fazê-lo ser desejado por clientes em potencial, oferecê-lo a esses clientes e finalmente vender o produto a eles. Marketing não é simplesmente a publicidade de um produto, mas todo seu processo de planejamento, execução, promoção e distribuição.

O departamento de Marketing de uma certa empresa será a responsável pelo sucesso ou insucesso de um produto, na medida em que coordena todas as etapas de sua absorção pelo mercado.

O Marketing é não só uma ação, mas sobretudo um estudo das condições de mercado e planejamento de estratégias comerciais, que fica atento às demandas, ou mesmo as cria, para em seguida ofertar o objeto da demanda.

O que é marketing

Estratégia de marketing

O Marketing também visa a manutenção da relação com os clientes, que deve se manter mesmo após a compra de um produto. A ponte deve ser mantida também pela venda da idéia de que o cliente é especial e “parceiro” da empresa e do produto que comprou. Um cliente é conquistado não só pelo produto mas pela idéia de que ele se distingue com aquele produto, e faz parte de um segmento especial.

Podemos dizer que o Marketing é também uma ferramenta que visa a observação de tendências e abre possibilidades de acesso e oportunidades de consumo. O Marketing deve visar uma relação bilateral de satisfação, tanto do cliente que vê a sua demanda atendida, quanto da empresa que oferece o produto/serviço e que deve receber como retorno benefícios financeiros e administrativos. Mas deve estar claro que o Marketing não se limita ao oferecimento de bens de consumo, mas passa também pela promoção e oferecimento de idéias e programas.

O que vemos em propagandas políticas é um bom exemplo de estratégia de Marketing, no qual é vendida uma imagem, construída e concebida por estrategistas, que visam adequá-la àquilo que se presume ser a demanda da sociedade.