PlayStation, Xbox, Nintendo, ou PC gamer: qual comprar?

Escrito na categoria "Geral" por André M. Coelho.

No geral, um PC oferece melhores gráficos, mais opções de atualização, jogos mais baratos e tem alguns jogos que não estão disponíveis em consoles. No entanto, os consoles são muito mais baratos e acessíveis a longo prazo, mas o desempenho e os gráficos geralmente não são tão bons, e os jogos tendem a ser um pouco mais caros.

Comprar console ou PC gamer?

Definitivamente, você já se deparou com uma discussão sobre esse assunto em algum lugar na Internet. Se não é do clubinho do PlayStation vs. Xbox, um nintendista, ou um fã de PCs, então o que é melhor? Esta não é uma pergunta fácil de responder!

Todos têm muitas vantagens e desvantagens, e qual deles acaba sendo a melhor escolha acaba sendo muito subjetivo, dependendo tanto de suas preferências quanto de seu orçamento.

Neste artigo, daremos uma olhada nos fatores mais críticos que você deve ter em mente se estiver tentando decidir qual plataforma é melhor para você.

Tipos de PCs: Desktop ou Laptop para jogos?

Quando falamos sobre “PCs para jogos”, a maioria das pessoas pensa imediatamente em alguma configuração de desktop sofisticada com toneladas de iluminação RGB, mas não vamos esquecer que os laptops para jogos também são uma coisa.

Ao comparar desktops e laptops, no entanto, um desktop será uma escolha melhor para jogos na grande maioria dos casos. Por quê?

Simplesmente porque os laptops para jogos geralmente apresentam componentes de baixa potência, já que é difícil manter um laptop para jogos funcionando frio quando a CPU e a GPU estão sob carga pesada em um chassi apertado.

Às vezes, as pessoas recorrem a placas de vídeo externas. No entanto, esses geralmente constituem um investimento adicional bastante robusto, e as limitações de largura de banda ainda significam que um laptop com uma GPU externa não será tão rápido quanto um desktop com a mesma GPU.

Sem mencionar que um case de GPU externo pode diminuir a portabilidade do laptop, que é um de seus principais pontos fortes.

Em qualquer caso, um desktop para jogos é muito melhor do que um laptop para jogos, tanto no que diz respeito ao desempenho quanto ao valor. O principal motivo pelo qual você pode querer um laptop para jogos é se você passa muito tempo fora de casa e quer ter seus jogos com você. Caso contrário, uma configuração de desktop é a melhor escolha em todas as frentes.

Quais são os tipos de consoles de videogame disponíveis?

Quanto aos consoles, existem alguns para escolher. Os principais jogadores neste campo são Sony, Microsoft e Nintendo, e todos eles têm seus consoles distintos.

Primeiro, temos o PlayStation da Sony e o Xbox da Microsoft. Então, há o videogame da Nintendo, que muda de nome a cada nova geração.

De modo geral, o PlayStation e o Xbox possuem mais poder de hardware do que os consoles da Nintendo, e apresentam uma seleção mais ampla de jogos, compartilhando muitos deles com o PC, enquanto a Nintendo aposta principalmente em inovação e títulos originais.

Portanto, é difícil comparar os videogames da Nintendo com o PC, pois é um console versátil que é atraente principalmente devido aos seus novos recursos inovadores e jogos projetados com esses recursos em mente.

Por outro lado, o PlayStation e o Xbox são muito semelhantes entre si e também são semelhantes ao PC. Sem ir muito a fundo nas comparações, as duas distinções críticas entre o PlayStation e o Xbox são o fato de que o primeiro tem mais exclusividades para um jogador de alta qualidade, enquanto o último tem maior compatibilidade com versões anteriores.

No entanto, há pouco sentido em compará-los quando novas gerações de consoles estão chegando ao fim.

Consoles ou PCs para jogos

Escolha entre consoles e PCs para jogos de forma a garantir sua diversão na medida certa. (Foto: Windows Team)

O que é mais barato: consoles x PC gamer?

Vamos falar dos preços separadamente.

1. Preço dos Consoles

São os consoles que ajudaram os jogos a se tornarem populares. E como eles fizeram isso? Simplesmente por serem mais convenientes e muito mais baratos do que um PC para jogos. No lançamento, os consoles geralmente custam entre 2 e 5 salários mínimos, baixando para uma média de 2 salários mínimos ao longo de suas vidas úteis. Então dá pra perceber que não só os consoles são mais baratos, como também são mais econômicos no longo prazo. Desde que você cuide dele, um console pode durar por uma geração inteira (cerca de sete anos), e você poderá jogar todos os jogos lançados para a plataforma sem ter que se preocupar com problemas de compatibilidade ou hardware ficando desatualizado .

2. Preço dos PCs

Ao contrário dos consoles, que são plataformas de hardware padronizadas, os PCs podem ser compostos por uma ampla variedade de componentes diferentes, o que significa que os preços também podem variar muito. Com base no tipo de desempenho que podem oferecer e nos custos envolvidos, os PCs para jogos geralmente são divididos nas seguintes categorias:

Nível básico: são PCs básicos e baratos que muitas vezes não são adequados para jogos e, inevitavelmente, terão dificuldades para executar qualquer um dos novos jogos mais exigentes. Custam até 3 salários mínimos.

Nível econômico: os PCs econômicos oferecem desempenho confiável a preços relativamente baixos e geralmente serão capazes de rodar até os jogos AAA mais recentes, mas não nas configurações máximas. No entanto, eles precisarão de algumas atualizações a cada poucos anos para evitar que se tornem obsoletos. Custam entre 3 e 5 salários mínimos.

Nível intermediário: um PC intermediário simplesmente oferece o melhor equilíbrio entre custo, desempenho e longevidade. Custa entre 5 e 8 salários mínimos.

High-end: ostentando alguns dos melhores hardwares do mercado, os PCs high-end custam muito, mas também oferecem excelente desempenho nos jogos AAA mais recentes e duram muito tempo antes de precisar de uma atualização. Custam entre 8 e 10 salários mínimos

Entusiastas: finalmente, temos PCs para jogos que vão além, com hardware de ponta que geralmente tem preços extremamente altos. Dito isso, muito poucas pessoas estão dispostas e são capazes de gastar tanto em um PC para jogos, daí o apelido de ‘entusiasta’. Custam a partir de 10 salários mínimos.

Agora, a capacidade de atualização é um grande negócio com PCs para jogos, e você está mais livre para atualizá-los conforme achar necessário. Ser capaz de vender seus componentes antigos e investir dinheiro em novos significa que você não terá que gastar muito para manter seu PC atualizado.

No entanto, às vezes há problemas nesta frente também, pois pode haver alguns problemas de compatibilidade, o que pode tornar impossível para as pessoas atualizarem sua CPU sem substituir o placa-mãe também.

Em qualquer caso, como estabelecemos, os preços dos PCs para jogos podem variar e muitos deles precisarão ser atualizados em algum ponto ou outro, o que significa que eles acabam sendo mais caros do que os consoles, tanto no que diz respeito a a compra inicial e no longo prazo.

Jogos para PC vs Jogos para consoles

E agora, para discutir o aspecto mais importante de qualquer plataforma de jogos: os próprios jogos.

1. Seleção de jogos

Muitos desenvolvedores hoje em dia desenvolvem seus jogos principalmente com consoles e controladores de console em mente, e isso também se reflete no lançamento para PC. Felizmente, não há lacunas significativas entre os lançamentos de console e PC na maioria dos jogos atualmente, exceto para alguns títulos exclusivos cronometrados.

No momento, a maioria dos exclusivos de console são títulos próprios desenvolvidos pelo fabricante do console tentando aumentar suas vendas de hardware e marca, e este é o caso mais notavelmente com Sony e Nintendo.

Por outro lado, existem gêneros inteiros de jogos que estão quase ausentes dos consoles – MMOs, MOBAs e jogos de estratégia. Além disso, o PC também tem uma cena indie mais vibrante e, claro, mods.

2. Aquisição de jogos

Quando se trata de comprar jogos em consoles, há duas maneiras de fazê-lo: obter uma cópia digital por meio de sua respectiva rede (PSN ou Xbox Live) ou comprar cópias físicas no varejo.

Uma vantagem de obter cópias físicas de jogos é que você sempre pode revendê-los ou obtê-los mais baratos se comprá-los usados, algo que você não pode fazer com cópias digitais vinculadas a uma conta.

Os jogos para PC, por outro lado, não recebem mais versões físicas. Claro, você ainda pode encontrar jogos de PC nas lojas, mas geralmente são apenas caixas contendo um código de ativação para o que é atualmente a plataforma mais popular para jogos de PC – o Steam da Valve.

Claro, algumas grandes empresas como EA, Bethesda e Ubisoft também têm suas plataformas / lançadores que não estão necessariamente conectados ao Steam.

No entanto, não são esses iniciadores, mas lojas online de terceiros que são importantes, lojas como Humble Bundle, GOG ou GreenManGaming. Estas, junto com algumas outras lojas, geralmente têm melhores ofertas do que o Steam, então são boas alternativas para adquirir jogos de PC.

Além disso, existem também os chamados “mercados cinza”, que funcionam como plataformas de venda e revenda de jogos.

3. Compatibilidade de jogos

Como já mencionamos, todo jogo lançado para um console funcionará bem no referido console. No entanto, sempre há algumas exceções onde certos jogos são muito exigentes para o hardware antigo ou simplesmente não são otimizados o suficiente.

Os jogos de PC geralmente não são tão otimizados e alguns lançamentos podem ter sérios problemas com bugs e travamentos, o que é natural quando você considera que um PC pode estar utilizando todos os tipos de hardware há vários anos. Isso torna a otimização um pouco mais problemática do que quando se trata de configurações padronizadas usadas por consoles.

Outra coisa que também deve ser considerada é a compatibilidade com versões anteriores. Em um PC, você será capaz de rodar a maioria dos jogos logo de cara e, embora algumas versões mais antigas não funcionem perfeitamente no hardware mais recente, geralmente não é preciso muito esforço para consertar.

Enquanto isso, a compatibilidade com versões anteriores tem sido um problema quando se trata de consoles. O Xbox One era compatível com a maioria dos lançamentos do Xbox mais antigos, enquanto o PlayStation 4 não podia rodar nenhum dos títulos de seus predecessores.

A situação parece estar melhorando nesta frente, mas ainda será difícil ver uma compatibilidade completa entre as versões antigas dos consoles com as mais recentes.

Qual é melhor, PC ou Console?

Acima temos todos os pontos a serem considerados ao comparar consoles e PCs. Em última análise, é tudo muito subjetivo, então qual destes finalmente apresenta melhor valor caberá a cada indivíduo decidir por si mesmo. Talvez uma comparação rápida pode ajudar:

Vantagens dos PCs para jogos:

Desvantagens dos PCs para jogos:

Vantagens dos consoles:

Desvantagens dos consoles:

Qual você prefere? Como fez sua escolha? Quais critérios acha mais importantes em um dispositivo para jogos?

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André é formado em pedagogia e gosta de educar e aprender. Encontrou através do blog Palpite Digital BR uma maneira de repassar seus conhecimentos e aprender mais sobre diversos tópicos. Além disso, ele também é um entusiasta de jogos digitais, tendo começado com um Master System 3 no início da década de 90 e indo pro mundo dos computadores ao final da década. Desde então, não parou mais e continua jogando, aprendendo, e ensinando.